Para acessar o Portal Acadêmico, escolha:

Sou Aluno Sou Professor
Esqueceu a senha? Professores podem recuperar a senha na secretaria da Faculdade Unicampo

Esqueci minha senha

Carregando, por favor aguarde...

CPF de aluno não encontrado, por favor verifique e tente novamente.

Voltar

Seus dados de acesso foram enviados para o seguinte e-mail:

Caso este não seja o seu e-mail clique aqui e nos informe os dados corretos

A Faculdade que une talentos!

Unicampo Notícias

Coordenador do Curso de Psicologia da Unicampo ministra palestra para colaboradores do Hospital Santa Casa com o tema “Suicídio: o ponto final?

Coordenador do Curso de Psicologia da Unicampo ministra palestra para colaboradores do Hospital Santa Casa com o tema “Suicídio: o ponto final?

No dia 21 de setembro, o coordenador do curso de Psicologia da Faculdade Unicampo, Paulo Ricci, ministrou uma palestra intitulada “Suicídio: o ponto final?” no Hospital Santa Casa de Campo Mourão. Tal iniciativa compõe as ações realizadas pelo Comitê Intersetorial de Saúde Mental de Campo Mourão, do qual o professor participa em representação à Psicologia da Unicampo.

O objetivo do comitê é de abordar assuntos relativos à Saúde Mental fortalecendo o trabalho em rede no município de Campo Mourão. As ações do comitê iniciaram no mês de maio de 2014 e possuem diferentes representações, entre elas: Secretarias Municipais, Representações Estaduais e Federais e demais entidades.

Neste mês, a ação do Comitê foi referente ao Setembro Amarelo, que é uma organização para a conscientização da população ao tema do suicídio, problema de saúde pública. Segundo dados da Organização Mundial de Saúde, no mundo, acontece um suicídio a cada 40 segundos, sendo que mais de 800 mil pessoas cometem suicídio por ano. Em 2012, no Brasil, foram registrados 11.821 casos. A importância de se discutir o tema é função da preservação da vida do sujeito e prevenir o sofrimento das pessoas que o cercam.

“Precisamos falar sobre suicídio e saber que o suicida não deseja acabar com a própria vida, mas sim aliviar seu sofrimento. Nesse sentido, o espaço da fala oferece ajuda, uma vez que abre outras possibilidades para o enfrentamento das dificuldades que a existência coloca a cada pessoa.” Disse o Prof. Paulo Ricci.

Notícias Relacionadas

Receba a
Unicampo Notícias

Carregando...
Indique seu amigo